quarta-feira, 5 de setembro de 2012

À FLOR DA PELE



Ainda dói. E qualquer leigo consegue enxergar, pois transborda dos meus olhos cada vez que eu tenho que responder uma pergunta sobre você. Hoje, mais uma vez eu vi o quanto eu estava enganada quando pensei que já não havia mais lágrimas. E cada vez que elas caem, eu enxergo o quanto venho tentando me enganar. Não secou.
Tá tudo aqui à flor da pele. No pulsar mais rápido do meu coração, quando num repente, meu olhar cruza com o seu. Na dor aguda do lado esquerdo do meu peito cada vez que você desvia de mim. No inspirar mais profundo ao tomar coragem para falar com você. No tremor das minhas mãos ao conversar brevemente sobre coisas que ainda tenho em comum contigo.
Tá tudo aqui, tão límpido quanto a água de um lago cristalino. Tá escorrendo dos meus olhos e pingando neste papel que uso como rascunho enquanto escrevo este texto. Tá na luz do poste borrada que enxergo da janela do ônibus, atenta pra ver se não vem vindo alguém.
Se o tempo cura, parece que eu vou precisar de uma overdose. E pela intensidade das emoções de hoje, chego a pensar que nem isso vai dar jeito.
Hoje ouvi a seguinte frase de alguém que acompanha de perto esta nossa situação: "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas (uma sábia citação de Saint Exupéry e seu Pequeno Príncipe). Pode estar certa de que assim como seu coração foi conquistado, aquele outro coração também foi". E quando dividi com ele a minha conclusão, qual não foi minha surpresa ao descobrir que ele partilha da mesma opinião que eu!!!
E em meio às minhas lágrimas então, cheguei à conclusão de que talvez eu não esteja tão errada assim. E aqui estou, seguindo os conselhos desta pessoa que tanto admiro e abrindo as comportas, deixando a emoção passar.
Deixa fluir. Talvez um dia passe...

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar."
(O Pequeno Príncipe - Antoine de Saint Exupéry)

Nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia
Tudo passa, tudo sempre passará
A vida vem em ondas como o mar
Num indo e vindo infinito
Tudo o que se vê não é igual ao que a gente viu a um segundo
Tudo muda o tempo todo no mundo
Não adianta fugir, nem mentir pra si mesmo
Agora, há tanta vida lá fora
Aqui dentro sempre
Como uma onda no mar...
(Lulu Santos - Como Uma Onda)

3 comentários:

  1. Minha Penseira linda !!! Realmente é assim ... No nosso coração... tudo parece que passa mas as cicatrizes ficam ...e são tão recentes que ao menor toque ...volta tudo de forma concentrada ... Mas quer saber o outro pouco liga pra nossa dor nossos sentimentos e irresponsável que é nunca se torna responsável pelo que cativou...não conheço os seus por quês!!! Sei da tua dor ;Sei também que es linda demais para perder teu tempo debulhado-se em lágrimas...por que ao te encontrar é covarde ao ponto de se desviar de ti ... ora fala sério isso é pior que se esconder ...!!! Saibas conte comigo te gosto muito viu Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  2. É PEDRO, MAS É ASSIM MESMO. TOMANDO A LIBERDADE DE CITAR EXUPÉRY MAIS UMA VEZ: DIZ-SE QUE SÓ SE ENXERGA BEM COM OS OLHOS DO CORAÇÃO E MEU CORAÇÃO COITADO, ENXERGA, LÁ NO FUNDO DAQUELES OLHOS, AQUELE ALGUÉM QUE ELE CONHECEU, AQUELE ALGUÉM QUE ELE AMOU E ADMIROU E QUE PELO VISTO CONTINUA DENTRO DELE...
    AS COISAS QUE EU SINTO SÃO INDESCRITÍVEIS, VISTO QUE NÃO HÁ UMA RAZÃO PLAUSÍVEL PARA EU ESTAR SENDO CONDENADA, UMA VEZ QUE NÃO SEI QUE CRIME COMETI. É HORRÍVEL, É UM VAZIO SEM TAMANHO, É O FUNDO DO FUNDO DO POÇO. E A CABEÇA VÊ TUDO ISSO, MAS BASTA UM OLHAR MAIS ATENTO E O CORAÇÃO REACENDE O PISCA-PISCA VERDE DA ESPERANÇA E O RESULTADO É ESSE: LÁGRIMAS E DÁ-LHE POSTAGEM PARA ALIVIAR O CORAÇÃO.
    MAIS UMA VEZ, MUITO OBRIGADA POR SUAS PALAVRAS DE CONFORTO.
    UM BEIJOO !!!

    ResponderExcluir
  3. Olá , passei pela net encontrei o seu blog e o achei muito bom, li algumas coisas folhe-ei algumas postagens, gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, e espero que continue se esforçando para sempre fazer o seu melhor, quando encontro bons blogs sempre fico mais um pouco meu nome é: António Batalha. Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que haja muita felicidade e saude em sua vida e em toda a sua casa.
    PS. Se desejar seguir o meu blog,Peregrino E Servo, fique á vontade, eu vou retribuir.

    ResponderExcluir